segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

todas as lamentações...

“Mas eu te possuirei como ninguém
porque poderei partir.
E todas as lamentações do mar,
do vento, do céu, das aves, das estrelas.
Serão a tua voz presente,
a tua voz ausente,
a tua voz serenizada.”
Vinícius de Moraes

1 comentário:

  1. você e seu extremo bom gosto.
    só me resta te aplaudir.
    abração do
    roberto.

    ResponderEliminar